Marcas do Grupo

Universidade do Minho abre cursos em horrio ps-laboral em 2010/2011
O Emigrante / Mundo Portugus
Email: Password:
 
Primeira vez? Registe-se gratuitamente aqui.
Esqueceu-se da sua password? clique aqui.


Tera-Feira, 29 Julho 2014 - 19:47 (Açores 18:47)
Homepage
SECÇÕES

Lisboa
Clique aqui para saber a hora de outras cidades

newsletter
meteorologia

Nacional

    

Universidade do Minho abre cursos em horrio ps-laboral em 2010/2011

Quarta-Feira, 09 Dezembro de 2009

A Universidade do Minho vai abrir no próximo ano lectivo cursos em horário pós-laboral dirigidos a pessoas que nunca puderam frequentar o ensino superior ou não concluíram a licenciatura, disse à Lusa o seu reitor, António Cunha.

"Vamos arrancar com licenciaturas já existentes e prevemos ter, dentro de quatro anos, dois mil alunos a frequentá-los", declarou, frisando que a medida se enquadra também numa estratégia de desenvolvimento socioeconómico da região norte.

Os cursos destinam-se, ainda, a licenciados que fizeram cursos que hoje têm menor saída profissional e permitirá reciclar, em termos de funções lectivas, alguns docentes da Universidade, nomeadamente os de ensino de português-francês, cujo curso deixou de ter tanta procura.

O reitor participou há dias num debate que antecedeu a apresentação pública dos "Prémios Novo Norte", uma iniciativa da Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) e do Jornal de Notícias, que visa distinguir exemplos de excelência em temas prioritários do desenvolvimento da Região. António Cunha defende que as universidades, nomeadamente as do norte, "não podem ficar indiferentes ao problema do desemprego, sobretudo daquele que afecta mão-de-obra não qualificada, em idade próxima da reforma e que dificilmente encontrarão um emprego alternativo".

O responsável assinala que em termos lectivos as universidades pouco podem fazer, de forma directa, para formar esses cidadãos, mas salienta que "podem intervir do ponto de vista económico, nomeadamente contribuindo para o aumento da produtividade, o principal problema do país e da zona norte". Defendeu que as universidades nortenhas podem ajudar a que a economia evolua para "nichos de actividade industrial e comercial na área da saúde e dos dispositivos médicos e na da mobilidade eléctrica ou componentes para veículos eléctricos".

Baixos níveis de literacia

Um estudo apresentado no passado dia 2 alerta para os baixos níveis de literacia da população em Portugal, que devem ser aumentados rapidamente, sob pena do país enfrentar dificuldades na realização dos objectivos económicos e sociais e ficar dependente de transferências financeiras comunitárias "maciças" para evitar o declínio do seu nível de vida.

Com o título «A Dimensão Económica da Literacia em Portugal», o estudo revela que Portugal "apresenta os níveis mais baixos de competências de literacia entre todos os países onde se realizaram inquéritos" neste âmbito. "Portugal tem de dedicar muito mais atenção à literacia. As análises do impacto da literacia no desempenho económico durante os últimos 50 anos deixam poucas dúvidas de que o país pagou um preço significativo por não ter aumentado a oferta de competências de literacia ao dispor da economia", aponta o documento.

Realizado por uma equipa de peritos internacionais para a Data Angel, a pedido do Plano Nacional de Leitura (PNL), o estudo centra-se nos efeitos da literacia a nível individual e macroeconómico, bem como nas medidas tomadas para a sua melhoria, como é o caso do Plano Nacional de Leitura. O estudo refere que "a exigência em conhecimentos e em competências do mercado de trabalho português é baixa, numa perspectiva comparativa", e o mercado laboral "não parece compensar as competências de literacia na medida esperada".



outras notÍcias desta secÇÃo







EDIÇÃO IMPRESSA
destaque

Sondagem
HOJE FAZEM ANOS
Adriano Ferreira - Franca
Antonio Abreu - Alemanha
Antonio Cepeda - Brasil
Antonio Couto - Brasil
Antonio Silva - Brasil
Brian Lourenco - Suica
Cardoso Samuel - Franca
Ferreira Carvalho - Ilhas Jersey (ru)
Goncalves Madeleine - Franca
Jose Cardoso - Alemanha
Jose Pais - Alemanha
Manuel Brito - Franca
Manuel Luis - Alemanha
Manuel Moris - Alemanha
Maria Correia - Brasil
Valquiria Barbosa - Brasil
DOSSIERS
destaque
destaque

PUBLICIDADE
destaque
 
O Emigrante / Mundo Portugus
Av. Elias Garcia 57 - 7 1049-017 Lisboa - Portugal
Tel: +351 21 795 76 69 | Fax: +351 795 76 65
Email: redaccao@mundoportugues.org   |  assinaturas@mundoportugues.org
Webdesign por